Pais, Reajo, Logo Existo

CESÁREA

Eu tive um parto natural – rápido e com todas as minhas vontades respeitadas. Sei que não é assim para todo mundo. Sei que muita gente imagina algo romantizado e a realidade é outra. Às vezes é difícil de falar sobre um parto super dentro da curva sem ser mal interpretada e de certa forma oprimir à quem não foi assim. Por isso achei que valia a pena compartilhar esse vídeo.

Essa vai para as mulheres que desejaram um parto e a história foi outra. E TUDO BEM!!!

“Depois do parto eu lembro que eu contava para as pessoas que eu tinha tido um parto de cesárea com vergonha, como se eu não tivesse conseguido ter um parto natural. E um dia alguém que vale muito pra mim, uma pessoa que eu gosto muito, me perguntou: – Você queria um parto ou um filho? – Eu queria uma filha. 

E ela está saudável, maravilhosa (…) Isso tem a ver com a culpa e com as pressões que a gente carrega o tempo inteiro “”tenho que ter um parto natural!”, “”tenho que amamentar por um ano!”” – se acontece, se a gente consegue: lindo. Se não acontece? Também é lindo. A gente tem que fazer o que pode e criar os filhos da melhor forma, com liberdade e não passando a culpa de uma mãe que se culpa e se questiona (….)”

 

Resumo:

– culpa

+ empoderamento

Fonte: Canal Mãe de Primeira Viagem

01 dez 16
Escolhas

3 BRINCADEIRAS PARA DIA DE CHUVA

Chove lá fora e aqui dentro… haja criatividade!

Idade: 1 a 2 anos se interessam mais

Essa brincadeira pom pom cardboard pode ser feitas de diversos jeitos. Dá para reutilizar o rolo do papel toalha, por exemplo. Ou criar com cartolina ou papel neste formato maior ou menor. Aqui a brincadeira é passar bolinhas ou outros objetos pelo tubo. Mostre como funciona, já que os menores tendem a tentar destruir o tubo antes de entender a brincadeira. Possível que seja destruído depois da mesma forma. :P

atividades-montessorianas-1

Foto via imperfecthomemaker.com

Lálalá lá vai a borboleta…  

Idéia que tirei desse clipe do Palavra Cantada “A Borboleta e a Lagarta”. Aqui faz-se o desenho da borboleta em folha comum, depois deixamos a criança colorir como quiser. Riscar com giz, guache… vai da sua vontade. E aí é só recortar e colar em um palito tipo de churrasco. Borboleta pronta pra voar pela casa inteira!

borboleta

Olha a rampa! Utilizar um pedaço de papelaão para fazer a rampa. Apoiada nos móveis da casa vai escorregar de um tudo! Bonecos, bonecas, carrinhos & cia vão entrar nesse escorrega.

Foto theimaginationtree.com

Foto via theimaginationtree.com

01 dez 16
Up