Meu Mundo

FONTE DE FELICIDADE


Tenho pensado muito sobre isso, como nossos pequenos são fontes de uma felicidade que não existem palavras para descrever. Só nos preenchem! Ao mesmo tempo, penso que até disso podemos libertá-los. Em que sentido? No sentido da existência dos filhos não terem o propósito de fazer os pais felizes. Quanta expectativa tem em cima de afirmações assim… Podemos libertá-los para viver felizes, saudáveis, autônomos e livres na sua própria existência.

Estar com minha filha me completa mas ela não veio ao mundo pra suprir minhas necessidades. Sou muito feliz quando estamos juntas, sou muito grata pela presença dela no mundo. Mas sou mediadora. Os filhos não deveriam ter que “dever” nada aos pais. Quem é pai e mãe sabe do que eu estou falando que quando fazemos por eles fazemos com o maior amor que existe… Mas não existe troca no amor. Eu te amo, me dôou pra você e por isso você deve fazer “X”? Não se deve nada. O fruto que vai vir vai ser da construção dessa relação.
Acho que isso que quero dizer fica mais claro lá na frente: na pré adolescência. Onde vemos que eles não são nossas cópias, tem gostos diferentes. Por isso precisamos respeitá-los.
Mantra de hoje: eu aceito e te liberto para ser quem você vier a ser…. 🌟

23 maio 19
Meu Mundo

CONVITE PADRINHOS

Eu já contei aqui sobre escolher os padrinhos da Alice após o nascimento dela!

Tá, mas como assim um bebê de 1 ano escolher os próprios padrinhos?? 😁

Parece estranho, mas foi assim….

Pensei que o ideal realmente seria ver com quem ELA tivesse afinidade, que nao fosse por convenção de quem “os meus pais se dão melhor” – e sim quem se interessasse por ela, a acompanhasse…

Com quem ela ria mais? Chamava mais? Ficava feliz quando chegavam?

Por isso quando ela tinha 1 ano e 3 meses coloquei a mão na massa para fazer esse convite oficial.

Explico: Procurei algumas opções de convite, achei tudo muito tradicional sem um toque “pessoal” – já que eles haviam acompanhado a história dela desde o nascimento, participado e ajudado nos momentos fáceis e também nos mais desafiadores que passamos. Por isso, organizei a história dos três juntos e…. 💙

Fiz as fotinhos em Polaroid com o texto que foi pensado para eles e lembrando alguns momentos juntos! Coloquei barbante e mini grampinhos para fazer um varalzinho.

Bom, taí uma opção de presente para padrinhos bem pessoal e com significado!

Vale fazer até com fotinhos do ultrasson, colocar imãs ao invés de cordinha, enfim… Com intenção é mais simbólico!

10 abr 18
Escolhas, Meu Mundo

ENXOVAL

Hoje o post é para as gravidinhas e sobre a minha experiência pessoal. As listas de enxoval que rolam na internet são muitas e giram em torno de valores exorbitantes! Pensei em falar sobre algumas coisas que amei ter comprado no enxoval e que me ajudaram muito e outras que não comprei, mas hoje penso o quanto teria sido útil!

COMPREI E AMEI

 

1. Máquina de tirar leite elétrica

Salvou minha vida, e garantiu o sucesso da amamentação (entre outras coisas, claro!) na minha casa. Foi fundamental até adaptar a produção de leite.

2. Sling e Ergobaby 

Me emprestaram um sling assim que minha filha nasceu, no mesmo dia da maternidade. No início tive um pouco de aflição de usar por ela ser recém nascida. Depois que entendi a lógica e como era bom para mim e para ela, usei muito!!!

E assim que vi um Ergobaby 360 promocional aqui no Brasil, não tive dúvidas. Comprei e usei ainda mais que o sling! Sem brincadeira: t.o.d.o.s.o.s.d.i.a.s! E sei que dois anos depois ainda conto com ele.

3. Babá eletrônica 

Aqui valeu super o investimento de uma babá eletrônica boa, com monitor próprio, infravermelho, etc… Usei (e uso!) muito!!!

GOSTARIA DE TER COMPRADO

 

1. Cosleeper  

O famoso bercinho que acopla ao lado da cama dos pais! Não sabia se usaria ou não, hoje não tenho dúvidas que teria usado muito! Aqui achei um substituto, mas teria sido muito melhor desde a chegada da minha filha já ter um destes!

2. Muita roupa RN 

Em todas as ultras, consultas, enfim… me falavam de que eu teria um bebê grande! Acabei comprando muita roupinha “P” e poucas RN, em função de achar que ela usaria pouco. Ledo engano, precisei de última hora (marido precisou, aliás!) fazer uma compra express de RN – já que usou muito, e havia muitas trocas de roupinha nessa época. Gostaria de ter comprado mais tip-tops e roupinhas básicas para essa fase.

08 nov 17
Up