Pais, Reajo, Logo Existo

POR QUÊ?

“Por quê essa garrafa é verde e não azul? Porque a formiga está levando uma folha? Porque faz esse barulho?”
💛 As super incansaveis perguntas de quem está tentando entender o mundo e não tem medo de expor! 😅
.
Na Psicanálise falamos que nos construímos através do olhar do outro. Quando me falam que sou bonitinha, organizada ou bagunceira e brava – cada adjetivo destes tem um efeito na minha construção. Especialmente se for repetido muitas vezes.
Com o mundo é a mesma coisa, a construção muitas vezes se dá através do valor que quem explica dá. Dizer por exemplo que um policial veio pegar quem não se comporta ou dizer que o policial protege as pessoas – tem muita diferença no que a criança vai compreender e ligar a imagem do “policial”, por exemplo.
Por isso, nesses porquês tentar ser o mais simplista possível com a verdade. É para isto, faz isto, etc. E também sem mentir!
Imagine-se como adulto chegando em um país novo, talvez você também não saiba tudo e tenha perguntas “óbvias” do funcionamento daquele lugar. Como pegar metrô? Pra que serve a faixa extra na rua? 💭

Paciência e boas respostas!

20 jan 19
Pais, Reajo, Logo Existo

SINTONIA

 

Você já ouviu um rádio fora de estação, cheio de chiado?

Muitas vezes as nossas relações familiares estão assim. E sabem quem são os primeiros a manifestar que algo está desintonizado? As crianças!

No consultório, por exemplo, uma criança trazida com a queixa de agressividade (tirando casos em que há indicador claro) quando investigada mais a fundo, pode-se perceber que muitas vezes há uma muralha na relação dos pais. Agressividade que não está na briga explícita, mas nas atitudes de desinteresse, de respostas ríspidas, da falta de paciência…

Quando trazemos a possibilidade dos pais pensarem mais sobre a relação DELES eles logo se assustam! – “Opa, isso não é meu!”

E é. Somente com o exercício de ajudá-los a sentir o que há de mal resolvido aí.. Pronto! A agressividade da criança vai embora da mesma forma que veio: de repente. 🙌

24 jun 18
Kids, Pais, Reajo, Logo Existo

CONSUMISMO INFANTIL

Gravei nesta semana o Muito+ com Ju Pavan sobre Consumismo Infantil. O programa vai ao ar só no próximo mês, mas enquanto isso… vamos à uma palhinha? O tema é importante!

1) O que as crianças andam assistindo? Evite canais de brinquedos (há muita propaganda velada!). Prefira sempre aplicativos fechados e sem propaganda (Netflix por exemplo).

2)Cuidado com os excessos. Como os pais são enquanto consumidores influencia muito o comportamento das crianças.

3)Educação Financeira. Qual sua relação com o cartão de crédito? Com o poupar? Quando há dificuldade financeira na sua casa seus filhos acompanham?

4) ‎Nos brinquedos dê preferência aos mais artesanais. Entre uma boneca de pano e uma que engatinha e fala, por exemplo. A de pano será sempre mais interessante. Já que é preciso exercitar a criatividade!

5)Foque nas brincadeiras! Quando uma criança quer uma pá por exemplo, ela não quer a pá por si só – quer a brincadeira de cavar.

É super difícil ser coerente em todas as situações (e acertar em todas!). A dica é ser coerente com a sua realidade e seguir o fluxo: nem dar tudo e nem privar de tudo! A chave é o equilíbrio!

08 abr 18
Up