Escolhas

NÃO ao “Crianças Francesas não fazem manha”

Aquele bestseller que nós mãezinha da maternidade ativa queremos colocar fogo e invadir as “livrariatudo” e roubar todos os exemplares para que ninguém mais tenha contato com este espécime.

E que eu ativista de Facebook (sem méritos aqui) e ativista de consultório (com mérito aqui, porque trabalho com dados) já faço minha parte desencorajando os pais a comprarem ou darem de presente. Eis ele, o terror:”Crianças Francesas não fazem manhã”.

Não vou dar ibope pro livro aqui, mas, resumidamente fala de uma mãe britânica que se embasbaca ao perceber que crianças Francesas não fazem birra, ” comem tomates á provençal sem se sujar”, “não perturbam os pais nas refeições”, entre outros delights.

O segredo? Segundo a autora “Não vivem em função deles nem tratam as crianças como pequenos reis”, ” não passam o final de semana em parquinhos os festas infantis “, ” não se revezam no quarto dos filhos a noite quando choram”. Só maravilhosidades, é basicamente viver como se você não tivesse tido filhos, só que os tendo. Você pode acreditar nisso e viver uma vida sem culpa e sem ressentimentos e toda aquela ladainha de dar amor, de mostrar para a criança que ela é ouvida, amada, entendida. Você apaga. No futuro a gente conversa com esses adultos e vamos ver o que deu. Que tal? Podemos falar com esses pais também e ver em que nível está a realização, a plenitude da maternidade e paternidade.

Crianças estão SENDO educadas. Ninguém falaria frases como o texto traz para um idoso, por exemplo. Mas para crianças tudo bem já que considera-se que eles são “inferiores” porque sabem menos e “se sujam ao comer”. 

Inclusive, os franceses são tão exemplo que foram obrigados a fazer campanha nacional contra um hábito super comum das famílias: a punição com tapas no rosto/boca. Inclusive em público.

Capisce? Esse livro só se for pra usar de rascunho ein?

16 maio 16
Comente pelo Facebook
Deixe um comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado

Up