Meu Mundo

SOBRE O BANHO

… que eu não dei.

Antes do parto quando fuçava a blogosfera encontrei o blog da Mara  (que em breve vai aparecer por aqui! oba!), contando sua experiência de parto na Alemanha e alguns procedimentos do hospital de lá, como o de não dar o banho no bebê no hospital.

Em vias de parir isso me chamou super atenção então comecei uma busca violenta sobre o assunto! Li várias coisas, dentre elas que: realmente o vérnix é uma proteção ao corpinho do bebê e o que limpamos minutos depois do nascimento como se fosse algo sujo, e não é! Que para o bebêzinho é importante manter-se um tempo com essa gordura a fim de se adaptar ao novo mundo que adentra.

Li também sobre o cordão umbilical: se este funciona como uma ferida cicatrizando (leia-se aqui secando), cada vez que embebemos ele em água atrasamos o processo de cicatrização. Sem banhos diários na primeira semana facilitamos esse processo. Vale “banho de gato” bem feito, álcool 70 e claro, boa higiene na troca de fraldas.

Bom, tendo dito isso tudo quando chegou minha vez já havia conversado com a doula que faria os primeiros cuidados e no dia assim se fez: ficou comigo na banheira aguardando o clampeamento tardio, foi avaliada pela Pediatra, mamou, ficou colo e lá pelas tantas ganhou um banho de ofurô quentinho, só com água, feito pela doula e com ajuda dos recém papais aqui (oi!) para tirar o excesso de vérnix. Banho mais engraçado da vida, diga-se de passagem! Nem sabia que já tinha saído da barriga…

Já no quarto:

– Mãezinha, vim buscar a bebê para o banho!

– Ah, não tem necessidade, eu mesma dou em casa..

– Se você está bem, você até pode vir assistir...nós não fazemos nada com o bebê, tá??

– Eu sei!! Tranquilo.. só quero eu mesma dar em casa.

– Mas tem que dar banho em todos os bebês, você então NÃO vai dar banho nela? *sobrancelhas arqueadas*

– Sim, quer dizer, não aqui.. ela vai tomar em c….

Mesmo antes de voltar pra casa a notícia do “não banho” na família já havia corrido.

Faz parte.

IMG_20150921_105452

“Ó nóis” aí: vérnix e ocitocina!

Já em casa acabou tomando ao chegar, queriamos tirar esse “ranço” de hospital – então com isso o cordão soltou parcial no 4° dia e caiu total no 5°.

02 nov 15
Comente pelo Facebook
Deixe um comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado

2 Comentários
  1. Mara - 09/11/2015 - 11h14

    Oi Cláudia!
    Fiquei tão feliz em saber que o que escrevi chegou até você!
    Adorei seu relato, é a coisa mais rica ler e compartilhar nossas experiências, não é?
    Um beijo!
    Mara

  2. Mara - 09/11/2015 - 11h15

    Oi Cláudia!
    Fiquei tão feliz em saber que o que escrevi chegou até você!
    Adorei seu relato, é a coisa mais rica ler e compartilhar nossas experiências, não é?
    Ansiosa pela minha participação nesse espaço tão lindo!
    Um beijo!
    Mara

Up